17 de jul de 2008

...é que quando amo, amo intensamente. Sou inteira mesmo sendo como é. Amo verdadeiramente, por que se não fosse assim não seria amor. Não sei como, mas é um sentimento honesto. O amor pra mim é a generosidade, porque um se dá ao outro. Não tenho medo de amar, mas tenho (apesar de inevitável) medo de sofrer...

Nenhum comentário: