17 de set de 2012

Don't let me down - cover de Beatles por Lucas Sampaio



Encontro do Lucas com Nando Reis em seu camarim na Casa de Show Musique em Maceió. 
Esse encontro foi muito esperado e rendeu boa conversa entre os dois. Eu fã dos dois claro, fiz questão do momento tietagem. Mas entre eles foi um papo cheio de descobertas. Foi muito emocionante ficar perto de um ídolo e mais ainda, sabendo o quanto foi importante para meu amado Lucas Sampaio e sua mamãe também amada, Izabel. Assistimos ao show do palco, de um ângulo diferente, mas não menos empolgante. Nas fotos abaixo estão Nando Reis e Lucas. Em outra estão Bel, Solange(produtora) e Lucas e ainda o extremamente simpático, baixista Felipe Cambraia. Lá embaixo, o Roadie, que não sei como se chama, mas que adorou o Bolo Divino, que levamos para presenteá-los. Lucas conquistou até quem só lhe deu boa noite. Só o olhar já encanta, a quem se deixar encantar. Ganhou palheta do Nando Reis e do guitarrista Walter Vilaça. Ganhou até a dedicação de uma música liiinda: - Lucas... essa é pra você! Em pleno encerramento de espetáculo. Foi uma noite excitante e cheia de magia. Realização de sonho e despertar de sonho também. De volta pra realidade nada, um mergulho nela!







                                                        











27 de ago de 2012

Já pintei um quarto desse azul. Pintei para ter de volta e perto de mim uma pessoa amada.
Pena Azul, que ela mesmo assim foi embora. Minha Gabi não ficou nem por causa de você Azul. Nem por causa do meu amor, nem por causa de nada. Foi embora e até agora não voltou. Sinto muita saudade dela e saudade do azul dela. Até agora não voltou...


22 de ago de 2012

Tenho aprendido sobre tudo aquilo que preciso pra sobreviver.
Tenho aprendido, por exemplo, que eu posso tudo, que eu nasci pra poder.
Se não me apegar a isso paro, ou perco o direito de poder.
Eu nasci para ter tudo aquilo que quiser e lutar para ter.
Eu nasci para lutar.
O resultado tá ai, na minha cara, parada é como parece,
Mas vai mudando o olhar!

Mostrar pra mim que estou aqui.
Eu fiz isso até hoje.
Exatamente aqui no meu lugar.
Venha tudo que é meu,
Deixo o que é meu entrar, do bem, é claro que quero.
Só Deus é maior que toda minha vontade.
Serei minha própria tranca capaz de abrir e fechar.
Pessoa entra, pessoa sai.
Coisa que eu desejo entra.
A coisa que não desejo, está longe mesmo, nunca deixei ficar.

No início tive medo, no meio tive desejo e agora,
Que nem é início, nem é meio, ganho o presente do tempo,
Que passa, mas me ensina a conquistar.

15 de abr de 2012

Hoje não queria sair do mar!


Fui nadar hoje com uma turma como quase todos os domingos, mas foi diferente. Talvez o percurso que foi diferente, por causa da maré cheia. Não fomos à piscina natural, que tem lindas pedras e corais, porque só são vistos com maré baixa. Hoje foi só muita água. Mais de 1 km do continente, um mar lindo, sereno e movimentado, com ondas sem espuma.
Senti que estava em casa, que estava no chão, mas flutuava. Segura como se fosse o chão. Um prazer indescritível que queria prolongar o mais possível. Hoje não queria sair do mar e desde que cheguei em casa, penso que logo chegue amanhã para estar lá de novo. 
Quando pinto também sinto esse prazer indescritível e também mergulho numa imensidão de beleza e magnetismo. Se pudesse, também nunca sairia das cores.

18 de fev de 2012

Para compartilhar

Essa semana vendi um quadro que amo e tinha o propósito de não vender. É como ficar sem uma pessoa querida. Acho essa música linda e cheia de significado. Essas trocas fazem parte das histórias e no lugar daquele quadro já tem outro pendurado. É diferente, mas também amado!






Um link com qualidade melhor que essa acima:
http://letras.terra.com.br/duffy/1209353/traducao.html